Arquivo mensal: agosto 2014

Projeto Literário – Temas de Julho

Boua Noiteeee…
Perdi o sono e decidi postar (finalmente) os temas de julho do meu projeto xodó de 2014. As páginas já estavam prontas há uns 10 dias, mas como eu não gostei delas, fiquei enrolaaaaando pra fazer o post aqui. Parece que quanto mais eu gosto do livro, pior a página que fala sobre ele fica… hahaha… as minhas páginas preferidas falam dos livros que menos gostei. But, enfim… vamos nessa. Vou falar primeiro sobre os livros que li e as imagens ficam pro final, ok??

Tema Infanto Juvenil

Manu, a menina que sabia ouvir: o autor é Michel Ende (foi ele que escreveu o famoso A História Sem Fim). Gente, esse livro eu já havia lido alguns muitos anos atrás, quando ganhei de presente da minha Tia Jabi (quer dizer, Tia Ligia :P). Ela me deu o livro porque a protagonista tem meu nome, oras bolas!!! Não lembro a minha idade quando li, mas adorei a história. O que mais me marcou era que além da Manu se chamar Manu, um amigo dela se chamava Nino, que era o apelido do meu pai… eu achava isso o máximo do máximo. E o que eu mais lembrava era que em algum momento, a Manu era chamada de Manuelinha… e eu fui relendo o livro esperando ansiosamente por essa parte. É só uma vez, só um momento, mas eu não esqueci… e fui lendo, lendo… e as imagens que eu imaginei na infância iam voltando na minha cabeça… o anfiteatro onde Manu vivia, o restaurante do Nino, os homens cinzentos… foi mágico ler o livro de novo. Bom, mas fazendo um breve resumo da história, imagine que você se convence que deve economizar tempo. Então, o seu tempo livre, seu tempo de lazer, você corta. Só trabalha… trabalha… trabalha… seus filhos viram órfãos de pais vivos… você não tem mais amigos… você não tem mais tempo pra ser feliz. Pra onde vai esse tempo?!? Ele é o alimento dos homens cinzentos. Sinistro, né?? Uma aventura linda de viver, com uma lição muito valiosa pros dias de hoje. Por favor, leiam!! Hahahaha… vou ficar muito feliz se convencer alguém a ler esse livro. Se alguém o ler, por favor, me conta!!

Fique onde está e então corra: o autor é John Boyne (que escreveu O Menino do Pijama Listrado). Uma linda história contada pelo olhar de um garoto de 9 anos, em meio a Primeira Guerra Mundial. Eu achei o livro emocionante, encantador e bastante verdadeiro. É muito triste perceber que os grandes conflitos afetam os pequenos com tanto sofrimento. Mas Alfie é um garoto muito inteligente, vivo, esperto, batalhador. Ele encontra um caminho… e relendo agora a última frase do livro, já danei a chorar de novo. Afffff… me internem!!!

Tema Histórico

Os Dez Dias que Abalaram o Mundo: o autor é o jornalista norte americano John Reed. Vou dizer que ler um livro histórico não é fácil… a leitura fica meio empacada, por mais que o assunto seja interessante… ao menos pra mim foi assim. O livro é uma narrativa bem franca do jornalista sobre a Revolução Russa, em 1917. Não vou entrar aqui em polêmicas sobre o assunto… sobre comunismo, socialismo, etc. Mas apenas me permito dizer que o capitalismo vai acabar com o planeta. Vai sugá-lo até o último bagacinho, como fazemos com uma laranja. Pronto, phaley!! Hahaha… o livro me trouxe inúmeras, inúmeras reflexões sobre a nossa sociedade, sobre nós, seres humanos, embora ele nem fique relatando sobre as desigualdades sociais, nem mesmo sobre os ideais dos revolucionários. Mas faz pensar… Imagina as pessoas tomando o poder, tipo, oi… quem mandava no país não manda mais!! E como alguns aceitavam, outros não reconheciam o novo governo, a situação da Rússia perante o mundo, (embora eu tenha aprendido na escola, nunca refleti sobre a coisa real mesmo acontecendo, entende??)… a manipulação através da imprensa burguesa… (ué, tô falando de 100 anos atrás ou tô falando de hoje?!?)… enfim. E tem até uma parte muito, muito emocionante mesmo, quando o enterro dos homens mortos na revolução é narrado. Chorei… chorei mesmo… muito comovente. Ótimo livro… recomendo!!

E agora… tcharaaaans… vamos ao scrap:

fiz a capinha pros temas de julho usando a foto que tirei para aquela proposta da Lu lá no nosso grupitcho, pro dia mundial do livro. É o livro da Manu, como vocês podem observar... hahaha
fiz a capinha pros temas de julho usando a foto que tirei para aquela proposta da Lu lá no nosso grupitcho, pro dia mundial do livro. É o livro da Manu, como vocês podem observar… hahaha

Juntei tudo numa página só, pro tema Infanto Juvenil. Coloquei duas capas no livro da Manu, uma que eu li quando era pequena, a que aparece a tartaruga Cassiopéia, e a outra que eu li agora.
Juntei tudo numa página só, pro tema Infanto Juvenil. Coloquei duas capas no livro da Manu, uma que eu li quando era pequena, a que aparece a tartaruga Cassiopéia, e a outra que eu li agora.

temas julho 6

temas julho 10

temas julho 4

temas julho 8

fala sério, essa página ficou uma xexelentice sem tamanho...
fala sério, essa página ficou uma xexelentice sem tamanho…

E é isso… eu gostei muitãozãozão dos três livros… e agora estou lendo um livro japa… muito legal!!! Conto mais no próximo post.
Beijo e obrigada pela visita!!

Anúncios

Uma página pra Vovó

Oi, pessoas… domingo acabando, aquela depressão que antecede uma segunda feira 11 na vida de um bancário bate forte. Então, pra não cair em lágrimas, vamos de scrap!

Fiz uma página pra participar do desafio do Sketch no Scrap entre Amigas. O combo de cores opcional estava tão fofo que segui à risca.

sketch+julho

Eu estava procurando uma foto bem colorida pra combinar, quando me deparei com uma foto tirada no dia das avós no ano passado, que eu revelei em preto e branco.
dia da vovo
Então pensei que seria uma boa ideia explorar o contraste… e ficou assim:

1407704655879

1407704654391

1407704652764

1407704645044
1407704643040
1407704640215

Espero que gostem. Beijo e obrigada pela visita.

É 10!!!

Oi, pessoas… boa noite!!
Postagem em plena segunda feira, pra minha semana ficar mais feliz… e hoje eu vou escrever bem “chiquetosamente”, porque vou participar de um desafio muito legal, cujo prêmio é simplesmente sair na maior mega hiper power blaster revista de Scrapbooking do Brasil, a Guia do Scrapbooking.
O desafio foi proposto lá no Facebook, pela Nana Nassar, e eu amei, pois vou aproveitar para rechear meu Smash book novinho com as fotos da minha Instax Mini 8 novinha… que feliiiiiz!!
O título deveria ser uma palavra para completar a frase: “A Revista Guia do Scrapbooking é…” e eu escolhi um número… a revista é 10! A minha página ficou assim:
1407201189025
Eu usei papéis e chipboards do Kiss Simple Pleasures, do Scrapdiary, papéis MLS, transparência Goodies, e uma estrelinha de origami, que aprendi a fazer no YouTube (graças ao Breno, que começou com essa mania e já dobrou um monte de coisa linda, tema pra outra postagem).
Agora mais uns detalhes da página, antes de contar a minha dica:
1407201537013

1407201480361

1407201395584

1407201325140

Bom, o segredinho aqui está no título: eu não tenho Silhouette, ou nenhuma outra máquina de corte. Pra cortar a palavra DEZ, eu escrevi a mão livre mesmo, com uma caneta piloto bem grossa, no papel vegetal, depois transferi, usando lápis 6B, pro avesso do papel de scrap escolhido (a palavra espelhada, simplesmente virando o vegetal ao contrário)… e a parte mais complicadinha é recortar. Fica bem legal e super exclusivo! O número 10, grandão ao fundo, também é resultado de lápis, papel, régua e tesoura… sem medo de ser feliz.
Vou mostrar um outro layout que fiz usando essa mesma ideia:
20130721_152530
20130721_152612

E aí, gostaram??? Espero que sim, pois eu adorei a proposta do desafio e me diverti muito, lembrando o dia em que a foto foi tirada… mais um benefício do Scrapbooking, não é?
Se você teve paciência de ler tudo até aqui, beijinho e obrigada pela visita!